Para mercado, governo não vai cumprir meta de gastos de 2018

0
104

O mercado financeiro não está confiante de que o governo brasileiro conseguirá cumprir a regra do teto de gastos no ano que vem.

Uma pesquisa realizada pela empresa Gradual Investimentos mostra que a expectativa é de que a meta seja ultrapassada em 2018. Se isso acontecer, o governo não poderá contratar pessoas, aumentar salários ou criar novas despesas.

A lei de teto de gastos cria um limite no aumento de despesas do governo: o aumento não poderá ultrapassar a inflação do ano anterior.

Em 2017, por exemplo, as despesas podem subir 7,2%, o equivalente à previsão de inflação de 2016.

A partir do ano que vem, os gastos não podem ultrapassar a inflação acumulada em 12 meses até junho do ano anterior.

Para economistas e analistas, no entanto, o limite não poderá ser atingido em 2018. Para chegar a essa conclusão, o estudo analisou estimativas de inflação do Banco Central no boletim Focus, além de projeções de despesas públicas do Ministério da Fazenda.

Veja Também  Apesar de recordes na pontuação, Bolsa ainda não se recuperou da sua última grande queda

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here