Gadelha alfineta Bate-Estaca antes de duelo no UFC Japão

0
98

Co-protagonistas do UFC Japão, na próxima sexta-feira, 22 de setembro, Cláudia Gadelha e Jéssica Bate-Estaca se enfrentam em Saitama de olho em uma nova chance de disputar o cinturão peso-palha do Ultimate contra a campeã Joanna Jedrzejczyk.

Para Claudinha, uma vitória sobre a adversária paranaense não apenas lhe coloca mais uma vez como principal rival da polonesa, como também serve de “cala a boca” na compatriota.

Acho que ela não me respeitou muito quando foi lutar com a Joanna, falou algumas coisas por tabela, mas que, claro, não me ofenderam em nada.

Eu sabia que a luta dela com a Joanna ia dar naquilo mesmo, respeito meus adversários, não gosto de “trash talk” e não vou respondê-la com palavras. Somos do mesmo país, o mesmo trabalho e só tenho que respeitá-la.

A Jéssica é uma lutadora de muito coração, de garra, mas acho ela sem técnica, muito brigona, afirmou Cláudia Gadelha, por telefone, ao Combate.com.

Feliz com a preparação feita para a luta contra Bate-Estaca, sem qualquer lesão que possa trazer algum problema no confronto, Claudinha revela que subir no octógono montado em Saitama será a concretização de um antigo desejo.

A brasileira diz se lembrar dos feitos de tantos brasileiros no Japão, país que é berço de tantas artes marciais.

Estou realizando um sonho em lutar no Japão. Está sendo muito bom pra mim, é um país que sempre quis lutar, já que eu cresci dentro da filosofia das artes marciais, e um lugar que tem uma história incrível dentro do MMA.

Realmente, é a realização de um sonho poder lutar no Japão, ainda mais nesse momento da minha carreira – disse a peso-palha, por fim, Cláudia Gadelha mostra tranquilidade ao analisar o futuro dentro da divisão.

Veja Também  Destaque de Londrina é convocado para seleção brasileira

Sem se preocupar com os próximos passos que a campeã Joanna Jedrzejczyk poderá dar na carreira, com a criação da divisão peso-mosca feminino, a brasileira revela que busca apenas focar no duro combate contra Jéssica Bate-Estaca.

Sinceramente, não estou pensando em disputa de cinturão agora, pelo menos, tento não pensar muito nisso ou nas lutas pelo cinturão que perdi, estou focada somente nessa luta, mas, com certeza, depois da Jéssica, vou querer enfrentar a campeã.

Não quero mudar de categoria, sinto que a peso-palha é a minha divisão mesmo, mas poderia, quem sabe um dia, me experimentar nos 57kg (peso-mosca).

Mas minha motivação, claro, é vencer no Japão e ir atrás do cinturão – concluiu Cláudia Gadelha.

UFC Japão

22 de setembro, em Saitama

CARD PRINCIPAL (a partir de 23h, horário de Brasília):

Peso-meio-pesado: Ovince St-Preux x Yushin Okami

Peso-palha: Cláudia Gadelha x Jéssica Andrade

Peso-leve: Takanori Gomi x ”Maestro” Dong Hyun Kim

Peso-meio-pesado: Gokhan Saki x Henrique Frankenstein

Peso-pena: Teruto Ishihara x Rolando Dy

Peso-pena: Mizuto Hirota x Charles Rosa

CARD PRELIMINAR (a partir de 20h30, horário de Brasília):

Peso-meio-médio: Keita Nakamura x Alex Morono

Peso-mosca: Jussier Formiga x Yuta Sasaki

Peso-palha: Syuri Kondo x Chan Mi Jeon

Peso-meio-médio: Daichi Abe x Hyun Gyu Lim

Peso-meio-médio: Shinsho Anzai x Luke Jumeau.

Fonte : https://sportv.globo.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here