População destroem delegacia de Umuarama após prisão de suspeito de matar criança; Vídeos

0
178

A Delegacia de Umuarama, na região Noroeste do Estado, ficou destruída após um grupo de moradores tentar linchar um preso, que é acusado de ter matado uma criança de seis anos.

Tabata Fabiana Crespilho da Rosa estava desaparecida desde terça-feira (26) e a polícia não trabalhava com a hipótese dela estar morta até o suspeito confessar o crime.

Ele, que não teve o nome divulgado, foi levado para a delegacia da cidade e um protesto contra o homem terminou em uma confusão generalizada, o detento foi transferido posteriormente.

As portas de vidro da delegacia foram todas quebradas e os polícias tiveram trabalho para impedir que a população chegasse até o preso, outras estruturas do local ficaram destruídas, como a fachada e recepção.

Pelo menos sete carros que estavam no entorno foram queimados ou quebrados, inclusive os da imprensa local, o homem já teria matado uma outra criança em 2010, tendo a regressão de pena e sendo solto em 2012, o corpo de Tabata foi encontrado em um canavial, enterrado de cabeça para baixo.

Presos aproveitaram a confusão para realizar uma rebelião, o local tem capacidade para 64 detentos e abriga atualmente 260, alguns teriam a conseguido fugir, inclusive levando armas da polícia.

Os que ficaram estão espalhados pelo prédio que engloba a Subdivisão Policial e o Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

A polícia de Cruzeiro do Oeste e Cianorte precisaram ser acionadas para ajudar a controlar a situação, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) também foi chamado.

Veja os vídeos

Comentar

Veja Também  Jovem sequestrada e agredida conta detalhes do crime

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui