Vereador de “Londrina, Paraná” pode ser expulso do partido por votar pelo aumento de IPTU

0
267

O vereador Estevão da Zona Sul deve ser punido e pode até ser retirado do seu partido, o Podemos, por contrariar orientação da legenda, Estevão votou a favor da revisão da Planta Genérica de Valores (PGV), na última quinta-feira (28), na Câmara, enquanto o partido o orientou a votar contrariamente.

De acordo com o vice-presidente do Podemos em Londrina, Gustavo Lopes, o grupo ainda vai se reunir e avaliar juridicamente qual decisão tomar quanto ao membro do Legislativo.

O mesmo caso de Estevão aconteceu com Daniele Ziober, do PPS, que tinha orientação para votar contrariamente, mas disse sim à proposta do Executivo.

Só que diferentemente do vereador, o partido de Ziober descarta punições, já que a legenda não fechou questão, e apenas orientou o voto, como explicou o presidente do PPS na cidade, Walmir Matos, para ele, é preciso entender que os mandatos são dos partidos, e não dos candidatos.

Daniele Ziober e Estevão da Zona Sul foram dois dos 14 vereadores que aprovaram o aumento do IPTU, com a revisão da Planta de Valores.

Completam a lista Ailton Nantes (PP), Amauri Cardoso (PSDB), Eduardo Tominaga (DEM), Gerson Araujo (PSDB), Guilherme Belinati (PP), Jairo Tamura (PR), Jamil Janene (PP), João Martins (PSL), Mario Takahashi (PV), Péricles Deliberador (PSC), Rony Alves (PTB) e Vilson Bittencourt (PSB).

 

Comentar

Veja Também  FHC aponta principal ameaça na eleição e lembra: “ele propôs me matar quando eu era presidente”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui