Forças Armadas pressionam STF e dão ultimato; Vídeo

0
161

O general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva, tem feito algumas declarações que demonstram que podemos lidar com uma intervenção militar no próximo ano. A intervenção poderá acontecer se o STF deixar uma pessoa condenada assumir o poder em 2018. Segundo uma matéria publicada no jornal O Estado de São Paulo, onde o general assegura que uma intervenção militar seria legítima pois nosso país está em meio um caos institucional, podendo virar uma possível guerra civil. Segundo Luiz Rocha, toda a população é vítima de pequenos grupos que só desejam apenas a desordem, somente as forças armadas podem colocar ordem no país, oferecendo segurança e preservando o estado democrata. Para ele os poderes Executivo e o Legislativo estão desacreditados, devido terem apenas políticos corruptos que deveriam estar presos. O povo não acredita mais nesses políticos e nem mesmo nos poderes Executivo e o Legislativo.

Segundo a matéria, o único objetivo dos políticos corruptos é “frear” a Operação Lava Jato que possam comprometer suas vidas, já que a maioria está envolvido em escândalos. Tendo como único objetivo escapar da Justiça para não acabarem presos. Os militares entenderam que estão sendo feitas manobras e alianças socialistas radicais, que nos últimos 13 anos que o governo que estava no poder acabaram naufragando o Brasil. Segundo o general Luiz Eduardo, diz que apenas o STF tem condições de reprimir o caos que se instaurou na nação.

Ele falou sobre a credibilidade da presidente Cármen Lúcia e da maioria dos ministros, mas diz que o STF tem que agilizar a resolução dos processos. Fala ainda sobre o foro privilegiado, que ajuda políticos a se manterem nos cargos, por esse motivo a Corte tem correr e penalizar os denunciados. A sociedade tem a força e o povo tem que pressionar para que exista uma punição das instituições que falharam com suas obrigações. O general dá um recado a qualquer momento, a bomba pode estourar, basta acender o pavio.

Veja Também  Menina é vítima de abuso coletivo em carro e vídeo mostra tudo

Veja o vídeo

Comentar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui