Em 5 anos, Brasil terá a 12ª maior dívida do mundo, diz FMI

0
91

Dados divulgados pelo Fundo Monetário Internacional, o FMI, estimam que em cinco anos o Brasil terá a 12ª maior dívida do mundo, cerca de R$ 8,8 trilhões, o equivalente a 96,9% do PIB. O valor estipulado nesta semana pelo FMI supera a previsão realizada no ano passado, que previa que em 2022 a dívida seria a 19ª maior dívida global. De acordo com o fundo monetário, a revisão para pior acontece por conta da atual situação das contas públicas, com mais despesas do que dinheiro entrando. Para se ter uma ideia, a previsão do governo é de que o país feche o ano com um déficit primário de R$ 159 bilhões.

Segundo o FMI, atualmente a dívida do Brasil equivale a 83,4% do PIB. Para o Banco Central, no entanto, o valor é correspondente a 76,2% da renda do país. A diferença no cálculo acontece porque o FMI considera como dívida os títulos do Tesouro, o que o BC não faz. O fundo monetário indica a necessidade urgente de reformas como a da Previdência, para equilibrar as contas. “O teto de gastos aprovado no início do ano foi um passo bastante importante nesta direção. O próximo é aprovar a reforma da Previdência em um tempo razoável, sem muitas diluições a partir do que foi proposto pelo governo”, explica Oya Celasun, a chefe da Divisão de Estudos Econômicos Mundiais do FMI.

Situação mais complicada

Para a Instituição Fiscal Independente, órgão do Senado para acompanhar as contas públicas, a situação será pior. A expectativa é de que as dívidas superem os 100% do PIB e mais cedo do que se espera, em 2020.

Veja Também  Erro em banco deixa mulher milionária da noite para o dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here