Hospital Universitário faz procedimento inédito em Neurocirurgia Pediátrica

O Hospital Universitário (HU) de Londrina realizou recentemente um procedimento inédito na área de neurocirurgia pediátrica. Denominada Rizotomia Dorsal Seletiva, a cirurgia consiste no corte de nervos localizados no final da medula, utilizando monitorização neurofisiológica intraoperatória, choques que possibilitam reconhecer nervos que possuem excesso de reflexo. A técnica prevê o corte dos tecidos com excesso, causando diminuição da entrada de reflexos responsáveis pela espasticidade muscular exagerada. O procedimento é inédito no SUS do interior do Paraná.

A cirurgia é indicada para pacientes com paralisia cerebral do tipo espástica, que deixam os braços ou pernas duras ou com movimentos limitados. Médicos entendem que a prioridade é realizar o procedimento em crianças de 6 a 14 anos, que apresentam recuperação melhor. A Rizotomia Dorsal Seletiva não é uma técnica nova, mas vem sendo aprimorada desde que foi testada pela primeira vez. Segundo Alexandre Casagrande Canheu, neurocirurgião pediátrico responsável pela cirurgia, o objetivo do HU é tornar recorrente a realização desse tipo de procedimento, mas tudo depende de recursos financeiros.

Atualmente, após algumas semanas da cirurgia, a paciente se recupera em casa e apresenta melhora do padrão motor e até pode deixar de usar muletas. Com as sessões diárias de Fisioterapia, a expectativa é de melhoria em até 90% do quadro apresentado inicialmente.

Procedimento

As raízes medulares são muito delicadas por isso são testadas individualmente, para avaliar se estão ou não envolvidas no processo espástico. “As raízes responsáveis pela força muscular do paciente não são cortadas, portanto não se corre o risco de comprometer a função”, comenta Canheu. O neurocirurgião explicou que o processo de escolha da paciente considerou a experiência da equipe de Ortopedia Pediátrica do HU, chefiada pelo médico Alessandro Melanda. A partir daí, o processo foi submetido à Neurocirurgia Pediátrica para agendamento do procedimento.

Veja Também  Maringá-PR; uma criança e um bebê são diagnosticadas com meningite

Com informações ( Agência UEL )

Comentar

Tags

Mauricio Dias

Nada "além" do compromisso com a informação | Jornalismo independente

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios