Estudante de 16 anos morre após ser arremessada de moto

0
95

Em um acidente de moto no quilômetro 64 da Rodovia Anhanguera, em Jundiaí, São Paulo, uma jovem de 16 anos faleceu na manhã de domingo, 22 de outubro. Os detalhes foram publicados pelo portal G1, que ainda adiantou que a vítima estava com o irmão de 22 anos, que não precisou passar por atendimento médico. Segundo amigos da família da jovem que faleceu, ela morava no bairro Jacaré em Cabreúva. Ela estava sendo levada pelo irmão para um pesqueiro, supostamente de seu pai, em Louveira quando o acidente fatal aconteceu.

Identificada como Grazieli Glória Silvério de Souza, a menor teve diversas fraturas no tórax, de acordo com o Instituto Médico Legal, a autópsia confirmou que essa foi a causa da morte da estudante. O sepultamento deve acontecer nesta segunda-feira, dia 23 no Cemitério Memorial Japi, em Cabreúva. De acordo com a Polícia Rodoviária no Plantão de Jundiaí, as causas ainda serão apuradas. A polícia ainda chamará o irmão de Grazieli para prestar esclarecimentos para a investigação. A reportagem não informou o nome do piloto da motocicleta.

A vítima estava na garupa da moto CG 150 Fan, também aconteceram fraturas no pescoço da jovem. O irmão da jovem perdeu o controle quando tentou realizar uma manobra de emergência ao tentar desviar de outro veículo, de acordo com o boletim de ocorrência o veículo “vinha em alta velocidade em direção da moto”. A equipe de resgate da concessionária Autoban tentou reanimar a vítima, mas não houve qualquer reação da jovem, que já estava sem vida. O irmão estava muito abalado e com apenas algumas leves lesões.

O Brasil é o quinto país no mundo em mortes no trânsito, de acordo a Organização Mundial da Saúde. O mês de maio é marcado pela Campanha Maio Amarelo, um movimento nacional que chama a atenção da sociedade para o grande número de mortos e feridos no trânsito. Segundo a OMS, t odos os anos, 1,3 milhões de pessoas morrem vítimas da imprudência no volante. Ao menos 50 milhões de pessoas vivem com sequelas, os dados são de 2009 e foi feito em 178 países. O trânsito é a nona maior causa de mortes do mundo todo.

Veja Também  Estudante é vítima de estupro coletivo, um dos criminosos gravou os atos de violência

No Brasil, foram registrados ao menos 37 mil mortes no trânsito além de 204 mil pessoas feridas. O país está atrás apenas de países muito mais populosos, como a Índia, China, Estados Unidos e Rússia.O seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados Por Veículos Automotores de Via Terrestre) pagou em 2015 42,500 indenizações por mortes, mais de 515 mil pessoas receberam amparo por invalidez.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here