Vítima de atirador em colégio de Goiânia está paraplégica, diz hospital

O Hospital de Urgências de Goiânia confirmou que a estudante Isadora de Morais, de 14 anos, uma das vítimas do estudante que abriu fogo contra colegas em uma escola particular de Goiânia na última sexta-feira, está paraplégica.

A equipe médica da unidade de saúde diagnosticou a paraplegia no logo na admissão da jovem, há cinco dias, mas manteve a condição em segredo até a manhã desta quarta-feira a pedido da família, segundo o jornal O Globo.

O boletim médico divulgado pelo hospital confirmou que Isadora sofreu uma lesão na medula espinhal, próxima à 10ª vértebra da coluna torácica, o que comprometeu o movimento dos membros inferiores da jovem.

Isadora tem estado de saúde considerado “regular”. Ela está orientada, consciente, com respiração espontânea em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O atirador, vítima de bullying, abriu fogo na sala de aula do Colégio Goyazes. Dois meninos, de 13 anos, morreram no local. Isadora levou três tiros e foi encaminhada ao hospital em estado grave.

Comentar

Veja Também  Homem morre afogado no Rio Tibagi
Tags

Mauricio Dias

Nada "além" do compromisso com a informação | Jornalismo independente

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios