Vídeo de agressão dentro de escola em Cambé viraliza na internet

Ganhou repercussão nas redes sociais o vídeo de uma agressão sofrida por uma aluna no Colégio Estadual Antônio Raminelli, de Cambé. Nele, outra aluna puxa o cabelo e desfere tapas, joelhadas e até chutes na cabeça e no corpo da adolescente, que não consegue reagir. O caso ocorreu nesta quarta-feira (25). Enquanto as cenas eram gravadas, outros alunos incentivavam a agressão. Depois dos chutes que acertaram a cabeça, eles separam a agressora, enquanto a adolescente agredida ficou caída no chão, protegendo o rosto. Para o diretor do colégio, Orlando Botelho, este foi um caso isolado. As duas alunas, de 14 anos, estudam na mesma sala, no ensino fundamental e nunca tiveram problemas. De acordo com Botelho, os atritos teriam começado por pequenas provocações, fofocas e deboches de uma com a outra.

A direção da escola aguarda decisões superiores para tomar medidas como, por exemplo, que as alunas estudem em salas separadas. A decisão deve ser tomada pelo conselho escolar, que é composto pela diretoria, professores, servidores e pais. “A nossa intenção é mediar conflitos”, disse Botelho em entrevista à Paiquerê. Pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, as alunas não podem ser suspensas, nem expulsas do colégio, disse o diretor. A mãe da adolescente registrou boletim de ocorrência na delegacia de Cambé.

Comentar

Veja Também  Mulher mata amiga a facadas após descobrir maus-tratos a bebê
Tags

Mauricio Dias

Nada "além" do compromisso com a informação | Jornalismo independente

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios