O efeito da “ARTE”: mãe empresta filha por R$ 5 para “tocar” nas genitais de pedófilo

Uma mãe foi presa na cidade de Parnaíba, no Piauí, por “negociar” a filha por R$ 5 para que a criança tocasse nos genitais de um abusador. O ato é praticamente o mesmo que aconteceu no Museu de Arte Moderna de São Paulo, que alguns ainda insistem em tratar como arte. A polícia capturou a mãe e o pedófilo quando perceberam que a criança, de apenas 11 anos, e o irmão, de 18 anos, estavam fugindo do homem que havia “comprado” a menina. A capitã Leoneide Rocha, do Grupamento de Atendimento Especializado à Criança, Idoso e à Mulher (Gaecim), informou que os suspeitos foram presos em flagrante.

De acordo com a autoridade, a polícia estava fazendo ronda em um matagal para prender suspeitos de um furto, no entanto, acabou encontrando a criança e o jovem correndo do homem. Assim que os oficiais realizaram a abordagem, a menina, assustada, contou tudo que estava acontecendo.  O homem foi encaminhado à Central de Flagrantes após ser preso e confirmou toda a história. O Conselho Tutelar da cidade acompanha o caso e já notificou o pai da criança. Por enquanto, a menina permanece com os familiares.

O ocorrido lembrou outro caso que aconteceu em São Paulo. Como muitos internautas lembraram, no Museu de Artes Modernas de São Paulo (MAM), uma criança tocou em um homem nu e mesmo assim, algumas pessoas saíram em defesa chamando de arte. Claramente a chamada “arte” está causando efeitos que degradam a sociedade, como pode ser visto no caso acima.
Quando a mostra do museu com o homem nu saiu na mídia, diversos brasileiros avisaram o que poderia acontecer caso aquilo fosse permitido e defendido. Muitos internautas protestaram, afirmando que o ocorrido no Piauí é um reflexo que foi causado pela exposição de São Paulo.

Veja Também  Bateria de celular explode em rosto de cliente; vídeo

“Isso aqui é Brasil, onde pedofilia é arte. Inversão de valores. Essa mãe, se é que dá pra chamar de mãe, deveria ser presa”, comentou uma internauta identificada como Lúcia Helena. Já outros, ironizaram a manchete da notícia, afirmando que “é arte”.  Outra relacionou o dinheiro como se fosse o pagamento de entrada do museu, também de forma irônica: “5 reais foi a taxa de entrada para ver a ‘arte moderna’, na verdade era 10, mas ela pagou 1/2”. Já um usuário, identificado como Marcelo, voltou a tocar na relação com a exposição: “A mãe tava junto? Então é arte”.

Com informações (news365)

Tags

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker