Com desemprego, Previdência Social perde mais de um milhão de contribuintes

118

A recessão econômica e o consequente desemprego fizeram com que a Previdência perdesse 1,4 milhão de contribuintes, de acordo com o IBGE. Os dados mostram que o percentual de pessoas que contribuam passou de 65,5%, em 2016, para 63,8%, em 2017. As receitas obtidas pelas contribuições, no entanto, não tiveram nenhuma queda.

Pelo contrário. De acordo com a Folha de São Paulo, o crescimento nas arrecadações obtidos entre agosto, comparando agosto de 2016 e agosto de 2017 cresceu 4,6%. É importante lembrar, no entanto, que entre 2014 e 2015 o valor obtido com contribuições caiu 10,8%.

Por que isso acontece?

Várias hipóteses podem ajudar a explicar o motivo para o crescimento na arrecadação da Previdência. A primeira delas é o crescimento de vagas informais no setor. Com isso, as pessoas não são registradas, mas continuaram contribuindo por algum tempo. Com o agravamento da situação, esses trabalhadores podem ter deixado de contribuir, o que ajuda a explicar os resultados do IBGE.

Outra explicação é a de a faixa de trabalhadores que entrou no mercado nos últimos meses, incluindo as pessoas que trabalham por conta própria, não conseguiu contribuir.

Veja Também  Sem combustível transporte coletivo pode parar em dias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here