Instrutora envia nudes para garoto de 11 anos e tenta levá-lo para cama; veja

0
274

A instrutora de karatê e lutadora norte-americana Staphannie Figueroa, de 21 anos, foi presa após assediar um aluno de apenas 11 anos. A mulher, que vive em Orlando, enviou diversas nudes para o pré-adolescente, com a promessa, de que se ele quisesse e mesmo que fosse crime, ela teria relações sexuais com ele. A professora não parou por aí e ainda enviou uma série de convites para o garoto sair com ela.

O jornal New York Daily News afirmou que a jovem admitiu ser culpada quando foi flagrada. A mulher ainda admitiu toda a história e garantiu que realmente queria ter relações com o menino. A lutadora foi descoberta quando a mãe do garoto pegou o celular dele, viu as imagens e percebeu que haviam sido enviadas pela instrutora. Stephannie acabou presa logo após a denúncia.

A polícia de Orlando acredita a lutadora tentou fazer o mesmo com outros garotos. A professora estava trabalhando em uma escola da cidade, que foi o local onde teve o primeiro contato com o menino. Até agora, as autoridades não conseguiram juntar mais provas. O caso aconteceu ainda em 2016 e será julgado apenas agora, nesse mês de novembro.

A polícia ainda revelou que a instrutora tinha um plano para conseguir ter as relações com o garoto. Stephannie o convidou para a festa de aniversário de 21 anos, onde ele seria o “convidado especial”. Os oficiais encontraram ainda 15 fotos sensuais da professora no celular do menino e uma grande troca de mensagens. Em uma delas, a lutadora é objetiva e afirma que queria transar com o pré-adolescente. O garoto respondia a praticamente todas, afirmando que toparia ter relações com a jovem.

As autoridades também descobriram que Stephannie explicou ao garoto o que aconteceria caso alguém descobrisse. Em uma das mensagens, a carateca disse que realmente estava gostando do menino, se não, não teria mandado as fotos. A professora responderá aos crimes de exibição de material obsceno para menor, tentativa de abuso e estimulação à delinquência. Stephannie irá responder em liberdade, já que pagou a fiança.

Veja Também  Sobe para 281 o número de mortos e mais de mil feridos por tsunami na Indonésia

Com informações (news365)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here