Policiais civis entram em greve contra parcelamento dos salários no RS

0
156

Os policiais civis do Rio Grande do Sul começaram nesta segunda-feira (6) uma greve contra o parcelamento dos salários. A mobilização atinge os trabalhos de investigadores, escrivães e inspetores.

Segundo o sindicato da categoria, a greve será encerrada somente quando os salários de todos os policiais forem pagos integralmente. Este é o segundo mês consecutivo que a categoria cruza os braços pelo mesmo motivo.

Durante a greve, os agentes assumem os postos de trabalho, mas apenas 30% dos serviços serão mantidos. Nas delegacias de pronto atendimento e de plantão serão atendidos apenas os flagrantes e os casos mais graves, como latrocínios, homicídios, estupros e ocorrências envolvendo crianças, idosos e mulheres.

A categoria decidiu que os carros da Polícia Civil não deixarão as delegacias durante o movimento de greve. Também não haverá o cumprimento de mandados de prisão, operações e ações policiais, serviço de cartório, entrega de intimações, remessas de inquéritos policiais e procedimentos de polícia judiciária.

Comentar

Veja Também  Caminhoneiros pedem isenção total de tributos para encerrar greve

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui