Deputado preso “Celso Jacob” continua recebendo auxílio-moradia

O deputado Celso Jacob (PMDB-RJ) está preso no Complexo Penitenciário da Papuda em Brasília desde o início de junho, mas continua recebendo o auxílio-moradia da Câmara no valor de R$ 4,2 mil. Atualmente, Jacob cumpre pena no regime semiaberto, o que significa que ele trabalha no Congresso durante o dia e, depois do expediente, volta à prisão, onde tem “morado”.

O benefício recebido pelo político costumava ser feito em sistema de reembolso mas, desde a prisão, Jacob optou por receber depósito em conta. Com isso, o valor sofre o desconto de 27,5%, chegando a R$ 3 mil.

Celso Jacob foi condenado pelos crimes de falsificado de documento público e dispensa de licitação para construir uma creche. Ele alega que um adversário político incluiu um texto na lei e que ele assinou o documento sem saber que ele era irregular.

O jornal O Globo entrou em contato com o deputado e perguntou sobre o benefício recebido. “Isso quem tem que responder é a casa”, declarou. A Câmara, por sua vez, afirmou que está analisando o caso juridicamente para decidir se o auxílio será mantido ou cortado.

Comentar

Veja Também  Professor de esgrima é preso suspeito de abusar de aluna de 12 anos
Tags

Mauricio Dias

Nada "além" do compromisso com a informação | Jornalismo independente

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios