Professora faz sexo com dois alunos e envia fotos nuas no Instagram

Mais um caso de uma professora relacionando-se com alunos veio à tona nos Estados Unidos. Dessa vez, uma professora substituta, identificada como Madeline Marx, de apenas 23 anos, foi preso após manter relações sexuais com dois estudantes do ensino médio e ainda mandar diversas nudes para os adolescentes.

A funcionária de uma escola no estado de Ohio foi presa na sala de aula. Conforme as informações, as relações costumavam acontecer em estacionamentos. A corte da cidade de Kettering informou que a polícia descobriu que a professora teve relações sexuais com dois estudantes.

Um caso com um dos alunos teria acontecido próximo a uma loja e o outro teria sido realizado próximo a casa do adolescente. O ato sexual acontecia dentro do carro da professora. A prisão da mulher aconteceu ainda na última quarta-feira (8).

A imprensa apenas descobriu porque flagrou a funcionária sendo levada pelo carro da polícia. Quando foi detida e interrogada, Madeline admitiu aos polioliciais apenas que gostava de enviar fotos sensuais para os estudantes.

As redes sociais utilizadas para isso teriam sido o Snapchat e o Instagram. Ainda conforme as informações, os alunos do ensino médio estariam no último ano, o que significa que tem entre 16 e 17 anos.

O principal investigador do caso revelou que as autoridades já desconfiavam que a professora poderia estar tendo “atividades inapropriadas” com um dos rapazes. As autoridades ainda comentaram que quando desconfiam que alguém possa estar tendo esse tipo de atividade, eles fazem de tudo para afastá-las dos estudantes.

Madeline está sendo acusada de duplo abuso de menores. Até a noite da última quinta-feira (9), a professora estava sendo mantida cadeia de Montgomery. No entanto, a juíza que avalia o caso decidiu que a mulher poderá responder as acusações em liberdade.

Veja Também  Réu dá "salto mortal" do segundo andar para fugir do tribunal;

Ao contrário de outros casos, em que é conhecido a identidade dos adolescentes, nesse em específico, a polícia decidiu manter em sigilo. Nos Estados Unidos, é muito comum que a imprensa revele quem teriam sido os estudantes que se relacionam ou tem algum contato sexual com professoras.

Comentar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui