Pastora celebridade choca a internet ao falar sobre gordos

Ela já disse estar há mais de 10 anos sem sexo, ofereceu curso para quem quer deixar de ser “cachorra”, pediu no último Natal um varão lindo e rico para fazer “coisas maravilhosas” e agora se envolveu em nova polêmica com gordos.

Dona de um nome tão exótico quanto suas atitudes, Sarah Sheeva fala o que pensa. E parece nunca se importar com qualquer repercussão. Desta vez, a hoje pastora e ex-celebridade (fez parte do grupo SNZ e chegou a ganhar prêmio da MTV Brasil) foi além. Condenou aqueles que estão bem acima do peso e disse que o futuro de obesos e obesas será terrível, bem terrível.

Caminho estreito x caminho largo?

Na verdade, a filha de Pepeu Gomes e Baby do Brasil comentou em uma entrevista que a obesidade é indício de um pecado capital, a glutonaria, e que a Bíblia alerta que tal prática leva à perdição. Em outras palavras, quem tem muita caloria para queimar e não faz isso corre sério risco de queimar em outro lugar.

Pelo menos, é o que dá para perceber nas próprias palavras da idealizadora e líder do Culto das Princesas. Sem meias palavras, ela afirmou: “Tem gente que acha que é um exagero, mas comer com a alma é uma idolatria”.

Tem mais. Na explicação dela, algumas pessoas substituem os hábitos de antes da conversão por comilança. Por exemplo, largam o “tchaca tchaca na butchaca” e substituem por outro tipo de prazer da carne. Ou do macarrão, da lasanha, do chocolate, do refrigerante, do sorvete, da pizza e assim por diante.

A bem da verdade, Sarah Sheeva não foi a primeira ou única celebridade a se envolver em controvérsias com pessoas que sofrem com seu peso. Luciana Gimenez, conhecida apresentadora da Rede TV!, recentemente foi criticada ao publicar em seu Instagram Stories: “As gordinhas não ficam mal não, faz uma dieta. Não tenho culpa que você é gordinha. Faz uma dieta que emagrece [sic]”.

Veja Também  Ministério da Cultura vai pedir que umbanda e candomblé virem patrimônio nacional

Ana Paula Valadão, pastora assim como Sarah Sheeva, já havia causado certo rebuliço anos atrás ao afirmar que ser gordo é algo que não combina com liderança, chegando ao ponto de recomendar o jejum para as “mulheres cheinhas”.

Mas, e você? O que acha disso? Qual é a sua opinião? Heresia? Gordofobia? Ou tudo não passa de chororô e mimimi de gente que come e aumenta até o peso na consciência? Cabe a você – com o perdão da palavra – colocar tudo na balança e ver se engole isso. Se deve fechar a boca ou os olhos para esse assunto.

Via : br.blastingnews

Comentar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui