Situação se agrava e generais da ativa fazem convocação; Vídeo

0
188

Os gritos por intervenção militar continuam e os generais chamam as pessoas para se manifestarem nas ruas. No Brasil, a corrupção política acabou levando parte da população a pensar em Intervenção militar. Conforme os dados de uma pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas, 40% dos brasileiros apoiam a tomada do poder pelos Militares, ou seja, uma média de 80 milhões de pessoas defendem isso.

Conforme as notícias de corrupção vão tomando conta do cenário político, mais pessoas vão se decepcionando com soluções democráticas e acreditam que apenas um mudança radical pode voltar a trazer paz para o Brasil. Um fato interessante nisso tudo é que os generais estão convocando a sociedade para se manifestarem. Isso nunca tinha acontecido no Brasil.

Um dos exemplos é o comandante militar do Sul, General Pujol. Mesmo ele declarando que o caminho para o Brasil não é a intervenção militar, ele convocou a sociedade para se manifestar e ir às ruas lutar por um país melhor e pressionar os governantes. Segundo Pujol, existem várias maneiras de mudar o país, ir às ruas seria uma delas. Ele também afirmou que não adianta as pessoas esbravejarem apenas pelas redes sociais, é preciso tomar atitudes de enfrentamento contra os corruptos.

Visões dos grupos

Os grupos que defendem a intervenção possuem várias visões sobre o caso. Alguns acreditam que o deveria haver no Brasil o tribunal militar e o julgamento por lesa-pátria para políticos. Outros grupos querem a exoneração de todo o parlamento. Uns preferem novas eleições já nos próximos meses e tem outros que desejam um governo militar de 30 anos para que o Brasil seja arrumado.

O site do “Revista Sociedade Militar” afirmou que, nos últimos anos, tem aumentado o número de pessoas nas redes sociais que pedem pela intervenção. Está sendo organizada uma manifestação nas ruas para o dia 15 de novembro. O objetivo é mostrar para os governantes a força do povo que quer intervenção militar. No Rio de Janeiro, os adeptos ao manifesto estarão na Praia de Copacabana.

Veja Também  Bolsonaro defende 'soberania' do Brasil após declarações de Macron

STF

O Supremo Tribunal Federal é um dos alvos dos generais. Eles já falaram que o Poder Judiciário tem que agir e tirar os corruptos do cargo. Porém, o que se tem visto é o contrário. Os ministros da Corte estão soltando investigados e hoje são vistos com uma repercussão negativa frente aos desejos do povo.

Veja o vídeo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here