Homem cava a própria cova antes de ser executado com tiro de fuzil; Vídeo

0
1223

Um vídeo, que não teve a localização identificada, mostra imagens muito fortes, mas uma verdade que muitas vezes é escondida pela grande mídia: a existência de execuções pelo mundo. Por alguma razão, muitas vezes sendo entre criminosos de grupos rivais, é comum que quando capturados, sejam executados de maneira cruel, podendo ser com tiros ou ainda queimados.

Em quase todas, é possível identificar que o assassino faz a vítima cavar a própria cova. Mesmo com tantos casos ao redor do planeta, as mortes quase sempre são evitadas e dão espaço a outras notícias. Como pode ser visto na gravação abaixo, um homem, já dentro de um buraco, que deve ter sido cavado por ele, espera por seus últimos momentos.

Sem camisa ou proteção na cabeça, as imagens mostram apenas um fuzil apontado para a vítima. O vídeo é de outro país, mas não há como dizer que não existem casos semelhantes no Brasil. Em questão de segundos, a vítima começa a ser baleada, principalmente na cabeça.

Mesmo com tantos casos, as únicas notícias que sejam na mídia em questão de execução são as do Estado Islâmico, que apavoram a todos pela brutalidade. Ao contrário de facções criminosas que tem as suas regras e que tentam acabar logo com a vida do rival, os terroristas não pensam dessa maneira.

Em páginas que são dos terroristas, vídeos de capturados são publicadas e mostram a maneira de execução, quase sempre com um soldado mascarado cortando a cabeça da vítima com uma faca.
Como pôde ser visto recentemente, o Estado Islâmico também causa espanto pelas ameaças que vem fazendo ao mundo.

A última tentativa de assustar aos países foi quando os terroristas prometeram um ataque ao Vaticano. Pior do que isso, páginas do grupo começaram a publicar um cartaz com o Papa Francisco I sendo decapitado.

Veja Também  Homem é encontrado morto por filho de seis anos

As ameaças mundiais dos terroristas começaram ainda em outubro, quando fizeram os mesmos cartazes, mas com jogadores como Messi, Neymar e Cristiano. O Papa preferiu não se pronunciar sobre as ameaças, para não dar holofote aos terroristas. Abaixo você confere a mais nova ameaça do EI e o vídeo da execução citada acima:

CLIQUE PARA VER O VÍDEO

Fonte : news365

Comentar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui