Mulher é estuprada pelo pai, irmão e tios após fugir com amante

A violação é um termo usado para descrever uma agressão sexual ou o contato ou comportamento sexual forçado, que acontece sem consentimento. Homens e mulheres podem ser vítimas de estupro e qualquer pessoa que tenha provado ter feito este crime enfrentará uma certa punição legal.

Foi o que aconteceu neste caso, onde uma jovem foi estuprada por quatro membros da família. Todos foram presos e responderão pelos seus crimes atrás das grades.
Entenda como tudo aconteceu

Em um incidente chocante, uma menina do estado de Uttar Pradesh, no Norte da Índia, acusou o próprio pai, irmão e dois tios de a estuprarem como uma punição por fugir de casa com o namorado.

Todos os quatro acusados foram presos

De acordo com a imprensa local, a mulher também acusou sua família de lhe forçar a fazer um aborto, mas o estado de sua gravidez não ficou imediatamente claro. A Polícia abriu uma investigação, uma vez que a mãe da vítima e a esposa de seu irmão alegaram que a vítima estava mentindo.

Segundo a polícia, a suposta vítima fugiu com um homem de 32 anos, que é pai de três filhos e vive na mesma aldeia de sua família. Conforme informações do jornal The Times of India, a vítima, que tem 21 anos, fugiu com o amante duas vezes, uma vez em julho e novamente em outubro.

Em ambas as ocasiões, a família da menina registrou queixa de sequestro junto à polícia. Na época, o homem foi preso, mas foi libertado pela primeira vez depois que a garota testemunhou a seu favor em um tribunal local, dizendo que ela não tinha sido raptada, mas fugiu com ele.

Na segunda ocasião, a menina aproximou-se de um tribunal superior apresentando o caso de estupro coletivo em 2 de novembro e alegando que foi obrigada a abortar. Nas ordens do tribunal superior do estado, uma queixa policial formal foi registrada contra o pai da menina, Hakim, o irmão Saabir e tios Sameen e Aashu em 18 de novembro.

Veja Também  Homem derrama ácido na genitália da esposa após ela recusar sexo

As prisões foram feitas na segunda-feira (27), com todos os quatro homens enfrentando acusações de estupro coletivo. Eles também foram acusados de causar aborto espontâneo sem o consentimento da vítima. Enquanto isso, a mãe da vítima e sua cunhada acusaram a menina de fazer afirmações falsas “sob a influência de seu amante”. Não foi informado se a vítima tinha sido submetida a um exame médico para confirmar se ela foi vítima de estupro. O caso continua sendo investigado pela polícia local.

Fonte : Noticias f5

Tags

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker