Rapaz tenta fazer programa de graça com travesti e caso vai parar na delegacia

Um desacerto comercial na noite desta terça-feira (12) terminou em uma grande confusão e três pessoas na delegacia. De acordo com informações levantadas por nossa equipe de reportagem no local dos fatos, a situação iniciou em um flat localizado no bairro Juvevê em Curitiba.

A travesti conhecida por Julya relatou que o cliente viu o seu anúncio através de um site e entrou em contato com ela. O cliente foi até o flat e chegando lá, Julya teria dito que cobrava o valor de R$200,00 antecipado.

O cliente então se espantou, dizendo que achava que Julya faria o programa de graça. A travesti então pegou o celular do cliente exigindo que ele pagasse o valor combinado, e o cliente acabou pegando seu smartphone.

Revoltada, a travesti teria pego uma faca e partido para cima do cliente, que fugiu e se escondeu no prédio.Revoltada, Julya desceu até a portaria e teria fechado a porta e ameaçado o porteiro com uma faca, dizendo para impedir a saída do cliente que estava com seu celular. Após buscas pelo prédio, o celular de Julya foi encontrado abandonado.

A Polícia Militar foi acionada e após buscas no prédio encontrou o cliente no telhado do edifício. Ele teve trabalho para sair dali e precisou ser retirado do telhado através da janela de um morador do flat do primeiro andar.

O caso foi parar na Central de Flagrantes, onde o porteiro do flat, o cliente resolveram representar contra Julya pela ameaça com a faca. Apesar da confusão, ninguém ficou ferido.

Fonte: massanews

Comentar

Veja Também  Operação Casa de Papel investiga ação de 'organização criminosa' na Prefeitura de Sorocaba
Tags

Mauricio Dias

Nada "além" do compromisso com a informação | Jornalismo independente

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios