Mulher morre após encostar em taturana em Santa Catarina

Uma agricultora de 60 anos, moradora do interior de Dionísio Cerqueira, em Santa Catarina, morreu após ter contato com uma taturana.

A mulher chegou a receber atendimento no hospital municipal, mas foi transferida ao hospital Regional de São Miguel do Oeste para receber atendimento especializado. No entanto, ela não resistiu e morreu na madrugada desta segunda-feira, 08.

A mulher foi identificada como Tereza Griebler, de 60 anos. Segundo as informações, a vítima, que residia na Linha Seca, no interior de Dionísio Cerqueira, teria encostado na Taturana no dia 02 janeiro, enquanto fazia o manejo do gado. Ela percebeu a queimadura na hora, mas, como o ferimento era pequeno, não deu importância.

Segundo familiares da vítima, ela passou a apresentar vários sintomas como febre e vômitos, sendo levada ao hospital do município.

Ao chegar em casa, no entanto, Tereza começou a apresentar fortes dores de cabeça e novamente precisou procurar o posto de saúde do distrito de São Pedro Tobias.

Do posto de saúde, a idosa foi levada novamente ao hospital, onde foram realizados exames detalhados que confirmaram a presença de veneno no sangue.

Após ser questionada a mulher acabou lembrando do fato e relatou a equipe que havia se encostado em uma lagarta.

Imediatamente a mulher foi transferida as Hospital Regional de São Miguel do Oeste para o atendimento especializado.

No regional as equipes médicas constataram que a idosa já tinha “perdido” o funcionamento dos rins, sendo necessário submetê-la a hemodiálise e transfusão sangue

Apesar de todo esforço da equipe médica, Tereza não reagiu e acabou morrendo na unidade*

Fonte: massanews

Comentar

Veja Também  Bebê tem cabeça arrancada durante o parto; Vídeo