Bebê nasce com 6,1 kg e 53 cm, do tamanho de criança de 5 meses; confira

“Sim, ele é, de fato, bem grande, contou a mãe ao G1"

0
117

A costureira Simone de Lima, de 31 anos, deu à luz na última sexta-feira (5), Itapiranga (SC), a um bebê com 6,130 quilos e 53 centímetros de comprimento, tamanho comum a um bebê de cinco meses. As roupinha de recém-nascido que Lorenzo Arnold ganhou no chá de fralda não serão usadas.

“Sim, ele é, de fato, bem grande. Fiz chá de fralda, ganhei vários presentes, que agora não servem”, contou a mãe ao ‘G1’.

“Minha barriga ficou muito grande, muitos me perguntavam: ‘será que não tem dois aí dentro?’. O médico disse que eu carregava cerca de 8 quilos na barriga. Na hora do parto, eles tomaram um banho”, completou.

“Na última ultrassom, ele pesava 4,545 quilos. O correto seria que ele tivesse nascido de 38 semanas, como passou do prazo, acabou pesando mais.

O médico disse que em 49 anos de profissão, meu filho é o maior bebê que ele ajudou a trazer ao mundo.”

O cardiologista pediátrico Tito Baião, consultado pelo ‘G1’, disse que o esperado é que os bebês nasçam com cerca de 3,300 quilos.

“Nos primeiros três meses, eles ganham 2,1 quilos e no segundo trimestre mais 1, 8 quilo”. Com 6,130 quilos, Lorenzo tem o peso de um bebê de cinco meses.

Segundo a mãe, o médico atribuiu o tamanho do recém-nascido ao diabetes gestacional. “Ele explicou que a glicose foi toda para o bebê, por isso ficou grande. Agora, minha diabetes está controlada”, explicou.

Simone, que tem outros quatro filhos – Vinícius, de 14 anos, Lucas, 11, e Isabelly, 4 – contou que todos os seus filhos nasceram grandes, pesando entre 4,1 e 4,35 quilos.

A mãe disse ainda que Lorenzo nasceu com a glicose baixa e precisou receber soro de sexta a domingo (7) para estabilizar o nível de açúcar no sangue.

Veja Também  Casal é torturado e queimado vivo por membros de facção; Vídeo cenas fortes

Na segunda-feira (8), eles puderam ir para a casa. “Agora, só mama e dorme. Ele é um bebê muito tranquilo, que está muito bem de saúde”, disse.

Fonte: G1.globo