Grávida baleada na cabeça no Rio está em estado gravíssimo

O estado de saúde de Michelle Ramos da Silva Nascimento, 33 anos, baleada na cabeça no sábado (13) em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, é gravíssimo.

Ela estava grávida de 8 meses e foi atingida numa tentativa de assalto. Ela está internada no Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI).

Segundo o hospital, ela está no Centro de Tratamento Intensivo.

No sábado, ela foi atendida na emergência e passou por uma cirurgia para descompressão craniana, ao mesmo tempo em que as equipes de pediatria, obstetrícia e enfermagem da Maternidade Mariana Bulhões faziam a cirurgia para o parto cesariana.

“O bebê, do sexo masculino, foi transferido de ambulância com UTI móvel para a Maternidade Municipal Mariana Bullhões, em Nova Iguaçu, entubado.

O estado de saúde ainda é grave. A criança segue internada na UTI neo-natal da maternidade”, informou o HGNI.

Na manhã de domingo (14), o diretor do hospital, Joé Sestello, em conversa com a imprensa, disse que a equipe obstetra e a de neurocirurgia atuaram em conjunto para tentar salvar as duas vidas.

“A mãe encontra-se em estado grave, porém ainda estável, sem nenhuma intercorrência e com sinais vitais, pressão, frequência, estabilizados.

Ela está Muito sedada ainda, porque faz parte do tratamento da neuro-cirurgia manter sedada por causa da lesão cerebral.

A criança, infelizmente, está muito grave, já com sinais de instabilidade, pressão oscilando e tem extrema gravidade”.

De acordo com ele, o bebê terá sequelas.

“Infelizmente é o reflexo da nossa violência, encontrar lesões graves dessa maneira com sequelas. Ainda é precoce para dizer o tipo de sequela que o bebê vai ter”.

Marido pede oração

O marido de Michele, Wallissom Araújo, também falou com a imprensa após visitar o filho no Hospital Geral de Nova Iguaçu.

Veja Também  Humorista Agildo Ribeiro morre aos 86 anos no Rio de Janeiro

Ele disse que o menino se chama Antônio e é o primeiro filho do casal. “Foi tudo planejado, nosso bebê estava para vir em março, o berço tinha acabado de chegar, a gente ia começar a pintar o quarto esta semana.

Mas Deus quis ser dessa forma, a gente não tem que questionar Deus, vamos acreditar e eu acredito que tudo vai dar certo”.

Muito emocionado, ele agradeceu ao hospital pelo tratamento recebido pela família e disse acreditar que a mulher e o filho vão sobreviver.

“O quadro dele do bebê ainda não teve melhora nem piora, de ontem pra hoje. Tudo o que a maternidade pode fazer, eles estão fazendo, ele recebeu assistência a noite inteira.

Eles falaram que agora é só acreditar em Deus e aguardar”. Segundo ele, o problema é que o pulmão ainda não está funcionando como deveria.

“O fisiológico está funcionando bem, o problema é que o pulmão dele ainda não está respondendo, por causa do trauma, então tem que aguardar um pouco.

Eles falaram que o que eu precisar eu posso ir lá que me darão todas as informações. Só peço a vocês que orem, peçam a Deus, que a gente acredita muito em milagre, acredita na vida e hoje a gente está torcendo pela vida dos dois.

Eu acredito muito nisso, que tanto minha esposa quanto meu bebê vão sair dessa sem sequelas”.

Wallissom explicou que estava levando a esposa para o trabalho em um cartório, como faz todos os dias, pouco antes das 8h, e um carro que ia à frente deles diminuiu a velocidade. Quando ele foi tentar ultrapassar, foi fechado e os ocupantes do carro desceram já atirando.

“Quando eu vi que deixou o carro morrer na frente, eu dei ré. O primeiro já saiu atirando, ela gritou ‘Wallisson’, o outro saiu pela porta traseira e gritou ‘você matou ela’, saiu outro com um fuzil, o que atirou nela estava com uma pistola.

Veja Também  Apucarana; Homem é ferido a facada pelo padrasto após agredir e quebrar dentes de sua mãe

Aí falaram ‘entra no carro, entra no carro, vamos fugir’. Só vi que era um carro Cruze vinho metálico hatch”, descreveu.

Ele disse que tirou a blusa e entregou a Michele, que ainda estava consciente, para ajudar a estancar o sangue, e a levou para a Unidade de Pronto Atendimento mais próxima, de onde ela foi levada para o hospital de Nova Iguaçu.

Fonte: msn.com

Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker