Assassino de subtenente morre em confronto com a PM de Londrina

Suspeito de envolvimento na morte de subtenente é morto em confronto na zona norte

0
1383
( Foto: Reprodução/Facebook)

Um homem de 30 anos suspeito de envolvimento na morte do subtenente da Polícia Militar (PM), Ernani Euzébio da Silva, de 55 anos, foi morto em confronto com policiais da P2 e Batalhão do Choque na madrugada deste domingo (21), por volta das 3h, no Jardim São Jorge, zona norte de Londrina. As informações foram confirmadas pela PM na manhã deste domingo (21).

Conforme a Polícia Militar (PM), equipes receberam uma denúncia anônima de que Ederson Cristiano Euflávio da Cruz, de 30 anos, estaria aguardando alguém em uma residência na Rua Eller Sproger de Almeida, no Jardim São Jorge, que o ajudaria a fugir.

Equipes da P2 foram ao local, mas constataram que o suspeito portava uma arma longa. Em seguida, policiais solicitaram apoio do Batalhão do Choque.

Quando tentaram abordar o suspeito, este atirou contra os policiais. Neste momento, começou a troca de tiros, Ederson foi atingido e morreu ainda no local.

Socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foram acionados e chegaram a realizar atendimento, mas o suspeito morreu ainda no local.

Prisões

Na última sexta-feira (19), dois suspeitos de envolvimento no latrocínio foram presos. João Felipe Cardoso Rodrigues, de 18 anos, e Hélio Júnior da Silva Campos foram presos no Jardim Santa Fé, zona leste de Londrina.

Na ocasião, a polícia afirmou que dois outros suspeitos haviam sido identificados, mas estavam foragidos. Com a morte de Ederson Cristiano, de 30 anos, apenas um permanece foragido.

O crime

O crime aconteceu na noite de quinta-feira (18), no Jardim Santa Alice, zona leste de Londrina. O subtenente foi morto em tentativa de assalto.

Veja Também  Mulher é feita refém por 2h no aeroporto de Guarulhos

Conforme a polícia, Ernani ouviu barulhos na casa do vizinho e foi verificar o que poderia ser, quando se deparou com bandidos na residência.

Ernani trocou tiros com os assaltantes, no entanto, foi baleado. Chegou a ser atendido pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e também pelos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) mas não resistiu e morreu no local. Câmeras de segurança de uma residência próxima gravou imagens dos bandidos.

Veja o vídeo

Fonte:Tarobá News

Comentar