Chefe de gabinete do Presidente de Tribunal que julgará Lula pede prisão do petista pelo Facebook

A servidora divulgou em sua página de Facebook um abaixo-assinado a favor da prisão do ex-presidente

0
157
(Foto:Reprodução/Facebook)

A senadora e presidente do PT Gleisi Hoffmann afirmou que o partido entrará com medidas judiciais contra a chefe de gabinete do presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Daniela Tagliari Kreling Lau, que divulgou em sua página de Facebook um abaixo-assinado a favor da prisão do ex-presidente Lula.

A postagem diz que o Brasil inteiro “exige a prisão de Lula” e convoca outros seguidores a assinarem o manifesto virtual. A Corte julgará o petista em 24 de janeiro por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex de Guarujá (SP).

O presidente do TRF-4, o desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, já declarou publicamente que a sentença do juiz Sergio Moro no caso triplex é “irretocável”, antes mesmo de ter lido a peça.

À GaúchaZH, Thompson Flores afirmou que “a servidora estava exercendo o direito de se manifestar, como cidadã, em caráter particular”.

Veja Também  Câmara torna públicos telefones de Temer e ministros