Ministério Público investiga Marcelo Belinati por suposto ato de improbidade

A situação irregular está especialmente em imóveis de alto padrão, que estão pagando menos IPTU do que residências com valores mais simples e em bairros onde residem pessoas com menor poder aquisitivo.

0
192
(Foto:Reproduçao/ Prefeitura de Londrina)

O promotor Renato de Lima Castro, do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), investiga a suposta discrepância no lançamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) cobrado pela prefeitura sobre alguns condomínios horizontais e verticais na cidade de Londrina.

A situação irregular está especialmente em imóveis de alto padrão, que estão pagando menos IPTU do que residências com valores mais simples e em bairros onde residem pessoas com menor poder aquisitivo.

Em coletiva nesta terça-feira (6), o promotor convocou o secretário de Fazendo, Edson Antônio de Souza, para pedir mais informações em relação ao condomínio Village Premiun, onde mora o prefeito Marcelo Belinati (PP).

Fonte: paiquere.com

 

Comentar

Veja Também  Gleisi Hoffmann é atacada com ovos em comício