Pastor desaparecido simulou sequestro e pediu resgate em bitcoin

Pastor forja seu próprio sequestro e pede resgate em bitcoin

0
210
(Foto: Reprodução)

Um pastor da Assembleia de Deus Missão, em São José dos Campos, interior de São Paulo, fingiu ter sido sequestrado para conseguir dinheiro de sua família. O crime foi descoberto pela polícia depois de o homem aparecer na delegacia e confessar a farsa.

A polícia revela que o pastor desapareceu por alguns dias e entrou em contato com a família, anunciando o sequestro e pedindo um resgate de três bitcoins, o equivalente a pouco mais de R$ 100 mil. O valor não foi pago.

“Nós recebemos uma denúncia ontem informando que o pastor tinha almoçado em um restaurante em Jacareí. Fomos até lá e pegamos a filmagem e vimos que ele estava tranquilo”, afirmou o delegado Neimar Camargo, em entrevista à TV Vanguarda.

Com a farsa descoberta, Alexandre Geraldo dos Anjos, o pastor, foi à delegacia, mas tentou manter a mentira, afirmando que tinha conseguido fugir do cativeiro. “Quando ele começou a contar a história do sequestro, já desconfiamos e ao pressioná-lo, ele revelou a mentira”, detalha o delegado. Anjos teria declarado que forjou seu sequestro porque estava com dívidas e precisava de dinheiro para pagar-las.

Depois de ter a ideia, o homem teria comprado uma linha pré-paga de São Paulo e enviado uma mensagem a um amigo, pedindo que avisasse seus parentes sobre o sequestro. Segundo os policiais o amigo também não sabia do crime.

O pastor foi liberado depois de seu depoimento, mas deve responder pelo crime de estelionato.

Veja Também  Autoridades investigam o sequestro de 13 irmãos pelos próprios pais