Analista que foi demitida por ordem de Lula, foi indenizada em R$ 450 mil

Analista do Santander que previu desvios do PT e foi demitida por ordem de Lula, foi indenizada em R$ 450 mil

0
123
(Foto:Reproduçao)

O jogo virou para Sinara Polycarpo Figueiredo. Analista do Santander até a campanha de 2014, alertou os clientes do banco que uma eventual vitória de Dilma deveria colocar o Brasil em apuros financeiros.

Isso irritou Lula, que cobrou publicamente a demissão dela. O Santander cedeu à pressão, mas a decisão judicial deu ganho de casa à funcionária demitida. E ela vai receber R$ 450 mil de indenização por danos morais.

Numa fala direcionada a Emílio Botin, presidente do Santander, Lula usou as seguintes palavras em 2014:

“ESSA MOÇA QUE FALOU NÃO ENTENDE P…NENHUMA DE BRASIL E NÃO ENTENDE NADA DE GOVERNO DILMA! MANTER UMA MULHER DESSAS NUM CARGO DE CHEFIA É, SINCERAMENTE… PODE MANDAR EMBORA E DAR O BÔNUS DELA PARA MIM QUE EU SEI COMO É QUE EU FALO.”

Veja Também  Governo do Estado anuncia novo secretário da Segurança Pública