Jovem denuncia motorista de transporte escolar por assédio sexual

Estudante relata assédio em transporte escolar: 'Era sempre a última a ser deixada', diz polícia

0
145
Delegacia de Várzea Paulista (Foto: Google Street View/Reprodução)

Uma estudante de 16 anos, de Várzea Paulista (SP), registrou boletim de ocorrência por assédio sexual contra um motorista do transporte escolar da cidade. O caso foi relatado à Polícia Civil na terça-feira (6).

Ao G1, o delegado Marcel Fehr informou nesta sexta-feira (9) que a jovem compareceu à delegacia acompanhada da mãe para prestar depoimento sobre o caso.

A jovem afirma que o assédio ocorreu em novembro de 2017. Na época, a estudante era a última a ser deixada em casa e, por isso, ficava sozinha no veículo com o motorista.

Conforme o delegado, a adolescente relatou que o homem teria passado a mão no corpo dela sobre as roupas e a beijado a força.

Ainda segundo a Polícia Civil, o suspeito foi convocado para prestar depoimento e negou as acusações. A empresa prestadora do serviço de transportes é particular e o motorista um funcionário terceirizado.

O veículo não era monitorado por câmeras de segurança e não havia outra pessoa acompanhando os estudantes durante o trajeto.

A Polícia Civil pediu um parecer da empresa de transportes, que não teve o nome informado, para colaborar na investigação.

Fonte: g1.com

Veja Também  Após se rejeitada, adolescente joga ácido em rosto de garoto