Polícia encontra corpo de menina de 7 anos desaparecida e prende suspeito

O corpo de Naiara Soares Gomes, de 7 anos, foi encontrado na tarde desta quarta-feira (21), em Caxias do Sul, na Serra do Rio Grande do Sul. Um suspeito do crime foi preso no mesmo dia, no bairro Serrano.

A menina estava desaparecida desde o dia 9. O corpo dela foi encontrado às margens da Barragem do Faxinal, no interior da cidade. As buscas foram feitas pela Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e cães farejadores da Brigada Militar.

De acordo com a Polícia Civil, o homem teria raptado e estuprado Naiara antes de abandonar o corpo no local. Ele mesmo indicou onde deixou o cadáver da vítima. A identidade dele não foi revelada. A Polícia Civil chegou ao suspeito depois de investigar o carro branco flagrado por câmeras de segurança próximo ao local de onde Naiara desapareceu.

“Em cima de um detalhe que ele [carro] tem no lado direito, na parte traseira, e no vidro traseiro também. Assim chegamos a um determinado veículo. Quem é o proprietário? Coincidiu com esse cidadão”, explicou o delegado regional Paulo Roberto Rosa da Silva.

Ainda conforme o delegado, o homem também é suspeito de abusar sexualmente de outra menina de nove anos no ano passado também em Caxias do Sul. Da mesma forma, o caso era investigado pela polícia.

Agora, a perícia deve esclarecer como Naiara foi morta.A criança morava com os tios, no bairro Monte Carmelo. Na manhã do desaparecimento, ela saiu de casa acompanhada do primo para ir à aula. Porém, no meio do caminho, eles se separaram. A criança não chegou ao colégio. A mãe de Naiara mora em Vacaria, na mesma região, e o pai é falecido.

Veja Também  Menina de 7 anos usa caiaque para poder estudar em SP após temporal

Imagens de câmeras de segurança registraram o momento em que a criança caminha em direção à escola. No entanto, não foram encontradas imagens que mostrem o momento em que ela desapareceu. Testemunhas relataram que ela teria sido levada por um carro branco .
Uma força-tarefa, formada por agentes da Polícia Civil, Guarda Municipal, Brigada Militar, além dos familiares de Naiara, havia se mobilizado para buscar pistas sobre o paradeiro da menina.

Fonte: g1.globo.com

Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker