Lula barganha indulto em conversas sobre eleições

Nos subúrbios das conversas sobre as eleições, fala-se em um indulto para Lula

0
196
(Foto: Reprodução)

Nos subúrbios das conversas sobre a eleição presidencial circula um novo ingrediente: a negociação da promessa de um indulto para Lula com um dos candidatos que consiga chegar ao segundo turno. Se o outro for Jair Bolsonaro, esse caminho fica teoricamente fechado.

O candidato que aceitasse essa proposta herdaria os votos do PT, caso o seu poste morresse na praia do primeiro turno. A construção soa difícil, mas quem ouviu falar dela acredita que o ministro Luís Roberto Barroso derrubou o indulto de Temer antecipando-se ao passe. Nada garante que isso seja verdade, mas, se for, faz sentido.

Tristeza

O Supremo Tribunal Federal julga, mas não julga, decide, mas não decide. Seus ministros trabalham, mas precisam sair cedo, e às vezes têm mais o que fazer. Os doutores falam uma língua que ninguém entende (salvo quando se insultam) e alguns deles transformaram as reuniões plenárias num cansativo “BBB”.

Os ministros Celso de Mello, Marco Aurélio Melo, Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski antes de sessão plenária do STF – Pedro Ladeira – 21.mar.2018/Folhapress

O Tribunal vem cavando seu descrédito por excesso de esperteza. É para deixar Lula solto? Devem-se soltar outros presos? Basta decidir e botar a cara na vitrine. Não há razão para embrulhar o distinto público.

Com informações folha.uol.com.br

Comentar

Veja Também  Vereador de Jataizinho pode ser processado por possível falsificação de atestado médico