Aumento significativo de casos de conjuntivite em Ibiporã

Casos de conjuntivite crescente em Ibiporã preocupa autoridades

0
104
(Foto: Reprodução)

A Prefeitura Municipal de Ibiporã, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, alerta a população ibiporaense para a necessidade de reforçar os cuidados concernentes à prevenção da conjuntivite. Ibiporã vem apresentando um aumento considerável do número de casos da doença. Segundo a Saúde, desde o dia 17 de março, foram notificados 175 casos no município.

A conjuntivite é uma doença causada por vírus ou bactérias, sendo que seus principais sintomas são: irritação nos olhos; presença de secreção esbranquiçada ou amarelada; edema palpebral (inchaço); e hiperemia de conjuntivas (vermelhidão), podendo agravar-se com fotofobia (hipersensibilidade à luz) e diminuição da acuidade visual.

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa devido ao uso de utensílios comuns, como copo, talher, pratos, toalhas, travesseiros, lençóis, entre outros, sendo agravadas em localidades fechadas, como escolas, empresas, delegacias, igrejas e escritórios. Ainda segundo a Secretaria de Saúde, os pacientes com a doença atendidos nos serviços de saúde de Ibiporã residem em diversas partes do município, sendo de diferentes faixas etárias.

A Saúde acrescenta que, em caso de sintomas de conjuntivite, é de suma importância procurar um serviço de saúde imediatamente para que o profissional possa realizar o diagnóstico, tratar adequadamente e notificar as autoridades de saúde pública municipal. Devido a este estado de alerta, a Secretária Municipal de Saúde de Ibiporã reforça a necessidade dos cuidados essenciais para evitar a contaminação e transmissão da doença. Confira:

  • Realize lavagens de mãos regularmente;
  • Mantenha a casa limpa e arejada. Para isso, procure usar aspirador de pó em vez de vassouras e utilize um pano úmido para retirar o pó;
  • Procure lavar com mais frequência casacos, roupas, lençóis, travesseiros, almofadas, cortinas e tapetes, principalmente, aqueles que ficaram guardados no armário por muito tempo;
  • Faça uma limpeza semanal em aparelhos de ar-condicionado e aquecedores;
  • Tente evitar ambientes com muita poeira ou fumaça;
  • As pessoas alérgicas devem tentar evitar a causa das alergias, que pode ser o contato com uma planta, poeira, algum produto de limpeza, cremes, entre outras substâncias;
  • Evite contato com pessoas que estejam com conjuntivite;
  • Caso esteja com conjuntivite, não compartilhe fronhas e toalhas de rosto. Não cumprimente as pessoas com beijo, abraços ou apertos de mão enquanto estiver com a doença;
  • Lave sempre bem as mãos;
  • Não coce ou leve as mãos nos olhos.
Veja Também  Na segunda-feira, começa em todo o Paraná a vacinação contra a gripe

Caso a conjuntivite seja contraída, recomenda-se o afastamento médio das atividades escolares e/ou laborais por 10 dias, podendo chegar a 15 dias.

Para aliviar os sintomas da doença, sugere-se realizar compressa fria com água filtrada ou fervida, durante 15 minutos, por quatro vezes ao dia, higienizar os olhos com soro fisiológico 0,9%, de quatro a seis vezes ao dia, evitar a exposição à luz solar e utilizar óculos de sol para sair de casa.

Com informações da Secretaria Municipal de Saúde