Suspeito de estupro foragido do Rio de Janeiro é preso em Araucária

Foragido do Rio de Janeiro é capturado na Grande Curitiba

0
142
(Foto:Divulgação / Polícia Civil)

O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) prendeu, na manhã desta quarta-feira (11), um foragido da Justiça do Rio de Janeiro no bairro Capela Velha, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba.

Sérgio Miranda Almeida, de 40 anos, é suspeito de estuprar uma mulher de 27 anos, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Estado, e estava foragido há cerca de um mês.

O crime aconteceu no dia 4 de março deste ano. Na ocasião a vítima estava entrando em um prédio quando foi abordada por Sérgio. Imagens de câmeras de segurança mostram que ele a ameaçou com um objeto cortante e a vítima foi forçada a sair do local com o suspeito.

Investigações realizadas pela Delegacia da Barra da Tijuca (RJ) e Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Niterói, no Rio de Janeiro, apontaram que a vítima foi violentada, por cerca de quatro horas, em diferentes locais da cidade.

O delegado-titular do Cope, Rodrigo Brown, informou que, aqui no Paraná, o suspeito estava vendendo balas e doces em algumas escolas de Araucária e em sinaleiros do município.

“O homem já possui condenações por estupro no Estado do Rio de Janeiro. Em 1998 ele já havia sido preso por tentativa de estupro. Em 2007 ele foi preso em flagrante por violentar uma garota de 12 anos.

Situação em que ele abordou a criança no momento que se deslocava para a escola, ameaçou com uma faca e a levou para sua casa, onde filmou toda a ação criminosa”, informou Brown.

A prisão do suspeito foi possível devido a troca de informações entre as polícias. “Graças a um excelente trabalho conjunto, um criminoso que oferecia um grande risco a sociedade foi retirado de circulação”, finalizou o delegado.

Veja Também  Homem acusado de matar e assar esposa em churrasqueira será julgado na próxima semana

O homem está preso no Setor de Carceragem Temporária (Secat) do Cope e aguarda transferência para o Estado do Rio de Janeiro, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Com informaçoes: massanews.com