Suspeitos de executar Policial Militar em Ibiporã são presos

O PM estava de folga quando terminou surpreendido pelos tiros

Equipes da Delegacia de Homicídios de Londrina (DHL) e de Ibiporã prenderam, ainda na noite desta quinta-feira (3), três pessoas suspeitas de envolvimento na morte do sargento Antônio Marcos Mazzocatto, da Polícia Militar, registrada em um bar na avenida dos Estudantes, em Ibiporã. Celulares e outros objetos também foram apreendidos para perícia. O policial tinha 48 anos e era integrante do 5º Batalhão de Londrina.

Conforme o delegado Vitor Dutra de Oliveira, os criminosos “agiram com intenção de matar”. Ele confirmou que 15 cápsulas foram encontradas dentro do estabelecimento comercial, que pertencia à vítima. O PM estava de folga quando terminou surpreendido pelos tiros. O carro usado na fuga foi incendiado em uma estrada rural e transportado até a delegacia de Ibiporã. O velório do sargento acontece na capela mortuária do município. O sepultamento está programado para 17h desta sexta-feira (4) em Cornélio Procópio.

Mazzocato havia adquirido o bar há cinco meses. Há pouco mais de dois meses, o guarda municipal Leonardo Lopes Camargo Gualberto, 31 anos, foi executado enquanto trabalhava como segurança em um supermercado do conjunto Santa Rita, zona oeste. Dias depois, o vigilante Felipe de Oliveira Castilho, 21, foi morto também a tiros na frente de uma sorveteria na região norte.

Com informações Grupo Folha

Veja Também  Família reconhece ossada humana e suspeitos são presos
Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker