Vítima de estupro pula de carro em movimento, motorista capota e é preso em hospital do DF

Homem teria abusado sexualmente de vítima minutos antes de acidente na BR-060.

Um homem de 30 anos foi preso no Hospital Regional do Gama (HRG) nesta sexta-feira (4), menos de quatro horas depois de ser resgatado de uma capotagem na BR-060, no Distrito Federal. Ele é suspeito de ter estuprado uma mulher poucos minutos antes de sofrer o acidente de carro, por volta das 3h.

Durante o atendimento de primeiros socorros no ponto de apoio da concessionária da BR-060, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) identificou que o motorista já tinha cumprido pena pelo crime de estupro, mas não tinha nenhum mandado de prisão em aberto. Por isso, ele pôde ser encaminhado para o HRG pela equipe de resgate.

Ainda na madrugada, um homem e uma mulher foram ao posto da PRF no Recanto das Emas denunciar que o motorista havia estuprado uma outra mulher em Taguatinga Sul minutos antes do acidente. Esta vítima, por sua vez, buscou atendimento no Hospital Regional de Taguatinga (HRT), segundo os amigos dela.

Os dois relataram aos policiais que, para fugir do suspeito, a mulher saltou do carro em movimento perto do posto do Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv) localizado antes da entrada da BR-060. Depois que a vítima pulou, o motorista teria começado a andar pela estrada em alta velocidade, com receio de ser perseguido.

Com as novas informações, a PRF acionou a Polícia Militar, que foi ao Hospital do Gama prender o motorista, que estava sendo liberado pelos médicos. O homem foi detido por volta das 6h40 e levado para a 26ª Delegacia de Polícia, em Samambaia, que o ouviu e o liberou no fim da manhã, pois a vítima não procurou a polícia.

Segundo a Polícia Civil, uma cópia da ocorrência foi enviada para a 21ª Delegacia de Polícia, responsável pela região de Taguatinga Sul, para novas investigações.

Veja Também  Atirador invade escola no Brasil e faz diversas vítimas: 'Sangue para todo lado'

Com informaçoes: G1

Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker