Adolescente quase morre e “troca de pele” depois de usar absorvente

A doença é rara, mas deve ser tratada imediatamente.

Jovem achou que estava com dor de cabeça e insolação até perder a consciência e parar na UTI e ver pele das mãos e pés caindo A adolescente inglesa Jessica Read ficou entre a vida e a morte depois de contrair uma bactéria através de um absorvente.

A jovem contou ao tabloide inglês The Sun que um dia começou a sentir fortes dores de cabeça e náusea, mas achou que era insolação e ignorou os sintomas. Até que eles evoluíram para vômitos e diarreia, e ela desmaiou em casa. A família da jovem a levou para o hospital, onde os médicos não sabiam o que estava acontecendo. Segundo eles, ela tinha 30% de chance de sobreviver à misteriosa doença.

Um dos médicos então perguntou à jovem se ela usava absorvente interno. Ela disse que sim. Foi então que foi revelado que ela estava sofrendo da Síndrome do Choque Tóxico, que é quando uma bactéria invade o corpo e libera toxinas. A infecção se espalha rapidamente pelo corpo, pode causar a falha dos órgãos e levar o paciente a morte se não for tratada rapidamente.

O caso da jovem ficou ainda mais curioso quando a pele das mãos e dos pés começou a enrijecer e cair, como se fosse a escama de um réptil. Depois de oito dias na UTI, Jessica foi liberada, mas precisou de repouso por meses. Ela contou que mesmo depois do descanso, ela sentiu uma redução drástica na flexibilidade e resistência física.

Os sintomas da Síndrome do Choque Tóxico são febre acima de 39 graus, dores de cabeça, dor nos músculos, dor de garganta, tosse, tontura, diarreia, vermelhidão nos olhos ou língua e dificuldade de respirar. A doença é rara, mas deve ser tratada imediatamente.

Veja Também  Ultraleve cai e explode na Zona Oeste do Rio
Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker