É o último recurso, diz general sobre uso de tropas das Forças Armadas

O especialista em segurança pública general Augusto Heleno defendeu o uso das Forças Armadas na desobstrução das estradas e disse que o recurso “é o último ‘do rei’ para recuperar a autoridade e poder fazer o país funcionar”. A utilização das tropas federais foi anunciada pelo presidente Michel Temer durante pronunciamento na tarde desta sexta-feira, 25.
Em entrevista à BandNews FM, o general Augusto Heleno informou que caso a liberação das rodovias não seja acertada por diálogo, medidas mais “drásticas” são necessárias e aí, “vamos ter situações mais ou menos desagradáveis pelo país”. Após uma parcela dos caminhoneiros não aceitar o acordo firmado com o governo na noite dessa quinta-feira, as estradas do país amanheceram bloqueadas pelo quinto dia. O coronel defendeu que antes da intervenção federal, uma tentativa de saída pacífica deve ser negociada. “Tem que se entrar em contato com os líderes e tentá-los dissuadi-los de prosseguir no movimento. Se for bem sucedido, tudo bem, se não for, é preciso pesquisar quais são os pontos de estrangulamento que precisam ser liberados para que a coisa comece a fluir e as estradas comecem a ser desimpedidas”, disse.

“E aí, utilizar os próprios motoristas do Exército para assumir a direção das viaturas e liberar os pontos de estrangulamento. E então, à medida que a resistência for aumentando ou diminuindo, aumentar também o uso ou não da força.” O especialista em segurança pública ainda informou que a ação não é algo “fácil” para os militares, por tratar-se de investida contra uma classe de trabalhadores.Ele disse também que a greve é reflexo de décadas de uma situação má conduzida.”Esse é um dos problemas que acabou de aflorar no país. Mas eu acho que a solução vai ser buscada de forma pacífica”, garantiu.

Veja Também  Temer diz que Brasil tem 'tendência a caminhar para autoritarismo'

Com informações BandNews FM

Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker