Quadrilha presa ostentava dinheiro dos roubos a bancos e carros-fortes

Quatro pessoas foram presas na Operação Baixa Ordem, deflagrada na manhã desta sexta-feira (20) pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope). O chefe da quadrilha especializada em roubos a caixas eletrônicos e a carros-fortes está preso desde outubro do ano passado e foi apresentado junto com os comparsas.

Na ação de hoje foi apreendida uma pistola, equipamentos bloqueadores de sinal de câmeras de monitoramento e quatro carros de luxo. Os veículos indicam a ostentação que o grupo tinha com o dinheiro fruto dos roubos.

“É uma quadrilha que tirava proveito dos roubos”, comentou o delegado Guilherme Fagundes. Outra situação que chamou a atenção da polícia foi o fato de os assaltantes treinarem para as ações em espaços para prática de airsoft. No celular de um dos suspeitos foi encontrada uma foto da atividade.

Durante a apresentação dos presos, a polícia destacou que inicialmente a quadrilha se dedicava à explosão de caixas eletrônicos. Com o aumento do grupo passaram a ação contra carros fortes. Os assaltantes estão envolvidos em pelo menos seis ações principalmente em cidades pequenas, entre elas a explosão de caixas eletrônicos de uma agência em Rio Branco do Sul na última quarta-feira (18) e a ação cinematográfica na BR-376, em Palmeira.

O grupo foi localizado a partir da prisão do líder do grupo, conhecido como Bebezão. Ele tentou destruir um celular quando foi preso no ano passado, mas a polícia conseguiu recuperar dos dados presentes no aparelho. Hoje, outro suspeito também tentou quebrar um aparelho e vai responder por fraude processual, além dos outros crimes. Também foi preso um vigilante que monitorava a ação da polícia e avisava os assaltantes.

A polícia também não descarta que o grupo seja maior e tenha a participação de integrantes de outros estados, para fornecimento de armas e explosivos.

  • Redução

De acordo com a Polícia Civil, as operações contra quadrilhas especializadas em explosões de caixas eletrônicos causaram a redução de 56,4% das ocorrências. No primeiro semestre de 2017 foram 30 casos, contra 18 no mesmo período deste ano. Nos primeiros seis meses de 2018 foram registrados ainda cinco ataques a carros-fortes, com prisão dos suspeitos.

Veja Também  MP denuncia jovem suspeita de assassinar filho de quatro meses

Com informaçoes: massanews.com

Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker