Gaeco faz operação contra fraude a licitações para coleta de lixo no Paraná

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) faz uma operação contra fraude em licitações envolvendo coleta de lixo em várias cidades do Paraná. Ao todo, foram expedidos 36 mandados de busca e apreensão, seis de prisão temporária e seis de prisão preventiva.

Entre os alvos de prisão estão dois técnicos do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) de Curitiba e de Francisco Beltrão, no sudoeste. As ordens de busca estão sendo cumpridas em escritórios do IAP e em empresas e residências de Araucária, Guarapuava, Laranjeiras do Sul, Nova Esperança do Sudoeste, Dois Vizinhos, Enéas Marques, Salto do Lontra, Cafelândia e Umuarama.

Conforme o Gaeco, dois grupos empresariais instalados na região sudoeste do estado fixavam artificialmente o preço máximo das licitações de resíduos sólidos e regionalizavam o mercado por municípios. As investigações miram pelo menos 200 processos licitatórios de 11 cidades do Paraná desde 2014. Os crimes investigados na operação são prática de cartel, fraude à licitação, corrupção ativa e passiva e crimes contra o meio ambiente. Ao G1, o IAP disse que vai se manifestar em breve por meio de nota.

Com informações: G1

Veja Também  Assaltante atrapalhado atira na própria perna
Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker