Mãe e filha são presas suspeitas de matar homem; Filho envolvido no crime está foragido

Mãe e filha foram presas suspeitas de assassinar Arnaldo Serafim da Fonseca, de 48 anos, em Bela Vista do Paraíso. Vanderléia Melo e Alana de Melo estão detidas e teriam planejado o crime junto com o outro filho de Vanderléia, Alan Venancio de Melo, de 23 anos, que permanece foragido.

Para a polícia, Vanderléia, que tem um filho de três anos com a vítima, teria premeditado o crime junto com os filhos de outro casamento para ficar com o bens do marido.

  • O crime

De acordo com a polícia, o corpo da vítima foi localizado completamente carbonizado há cerca de um mês em uma propriedade rural de Bela Vista do Paraíso. Na ocasião, um celular foi encontrado ao seu lado. O que auxiliou nas investigações, já que o aparelho estava registrado em nome de Vanderléia.

Segundo o delegado Luiz Gustavo Timossi, logo surgiu a desconfiança contra a esposa de Arnaldo já que ela não havia registrado o desaparecimento do marido na polícia. “Ela disse que teria tentado entrar em contato como Arnaldo dois dias antes e uma mulher teria atendido e dito que o Arnaldo não queria mais manter contato com a Vanderlei. Isso para dar a entender aos policiais, que a vítima tinha fugido com outra mulher”, contou o delegado.

Ainda segundo Timossi, outro fator que levantou desconfiança foi porque Vanderléia disse ao vizinhos que o marido teria ido para Rondônia após sofrer um AVC. “O que também não tem lógica: alguém que sofre AVC viajar para um dos estados mais longe do Brasil”, firmou.

  • Outro filho envolvido na morte do padrasto
(Foto:Reproduçao)

Depois de ter as versões desmentidas, Vanderléia jogou a culpa do crime em seu outro filho que teria assassinado Arnaldo com dois tiros no rosto. Ainda segundo a mulher, ela e a filha só teriam ajudado o rapaz – que está foragido – a levar o corpo até o local onde ele foi queimado. “Ele pegou nós, e com o revólver que ele tava, que ele fez o crime e falou para nós que se nós fizéssemos qualquer coisa ia ser nós que ele ia matar. Nós não tivemos participação nenhuma, pelo contrário, nós ficamos prisioneiras dele. Eu to com a mão limpa”, disse a mulher.

Veja Também  Homem com tornozeleira eletrônica é preso por tráfico de drogas

Alan Venancio de Melo, de 23 anos, é dono de uma ficha criminal extensa, com passagens por tráfico de drogas, tentativa de homicídio e envolvimento com a facção criminosa PCC. “Nós já temos um mandado de prisão dele. Agora nós vamos continuar as diligências para tentar localizá-lo e prendê-lo” conclui o delegado Roberto Fernandes.

  • Investigações e motivações para o crime

A polícia não acredita na história de Vanderléia, para os responsáveis pela investigação, ela teria premeditado o crime junto com os dois filhos com a intenção de vender todos os bens da vítima e fugir da cidade levando o dinheiro. Inclusive, um dos carros de Arnaldo foi trocado em um concessionária um dia depois do crime e a chácara onde ele foi morto e a família morava já teria sido vendida por R$ 100 mil.

 

Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker