Corpo rejeita reimplante e adolescente fica com membro amputado

A adolescente de 15 anos, vítima de uma tentativa de homicídio no dia 1º de agosto e que teve o antebraço reimplantado recebeu alta do Hospital Universitário. O procedimento, feito com muito cuidado pela equipe clínica não obteve êxito e precisou ser amputado.

A adolescente teve o membro arrancado pelo padrasto na casa em que morava com a mãe, no Bairro Neva em Cascavel. A menina, teve o antebraço arrancado com um golpe de foice foi encaminhada rapidamente ao Hospital Universitário e passou por sete longas horas no centro cirúrgico. O reimplante deu certo por nove dias, depois disso, problemas clínicos atingiram a garota e o organismo rejeitou o membro.

A jovem passou alguns dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), foi levada para a enfermaria e liberada no dia 17 deste mês.

Com informaçoes: massanews.com

 

Comentar

Veja Também  Motociclista morre ao perder o controle e bater em poste