MP denuncia jovem suspeita de assassinar filho de quatro meses

O Ministério Público (MP) apresentou nesta quinta-feira (30) uma denúncia criminal contra a jovem acusada de matar o próprio filho, de quatro meses, no último dia 8 de agosto. A ré, que foi presa em flagrante no mesmo dia do crime, também está sendo investigada pela morte de outros dois filhos – um em 2017 e outro há três anos.

A jovem, de 19 anos, afirmou que tampou o nariz e a boca do bebê para que ele parece de chorar, mas que não queria mata-lo. Em seguida, a avó da criança percebeu a situação e levou o neto para o Hospital Regional de Paranaguá, mas o bebê morreu logo após ser atendido.

Para a 6ª Promotoria Regional de Paranaguá, responsável pela denúncia, em nenhum momento a jovem agiu com o propósito de corrigir a criança, mas por estar irritada com o choro do bebê. Conforme apurado pelo inquérito policial, além de tampar a boca e o nariz da criança com as mãos, a acusada também pressionou o tórax para que o bebê parasse de chorar. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) indicou que a vítima estava com os pulmões cheios de sangue.

Na denúncia, o MP indica como qualificadoras do homicídio o motivo fútil, o meio cruel e a impossibilidade de defesa da vítima, além da previsão de acréscimo da pena em um terço pelo fato de a vítima ser criança e a agravante de ser tratar de crime cometido contra o próprio filho. A pena pode passar de 30 anos de prisão.

As mortes dos outros dois filhos da acusada haviam sido tratadas como acidente, mas, após a morte do bebê, passaram a ser investigados pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crime (Nucria). A ré atualmente está presa no Setor de Carceragem Temporária da 1ª Subdivisão de Polícia de Paranaguá.

Veja Também  Motorista tenta fugir de abordagem, capota veículo e polícia encontra maconha

Com informaçoes: massanews.com

Tags

Related Articles

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker