Pai é detido após levar bebê a motel junto com outro homem

0
124
Foto: Reprodução/Street view

Um homem de 32 anos de idade foi detido no início da noite deste último domingo (27), em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, após ser identificado como o pai de um bebê de 11 meses encontrado em um quarto de motel na companhia do mesmo, bem como de um homem de 24 anos.

O caso foi denunciado após uma funcionária do estabelecimento ouvir o choro do bebê em um dos quartos e reportar a situação à Polícia. Entrando no estabelecimento sem ser notado, o bebê foi localizado somente após uma denúncia feita por uma das funcionárias do motel.

Em conversa com a polícia, a funcionária relatou que, em dado momento durante o trabalho, escutou um choro de criança vindo de um dos quartos e resolveu denunciar a ação. Ao atenderem a denúncia e chegarem no local, os policiais militares localizaram o bebê juntamente com dois indivíduos, de 32 e 24 anos de idade.

Indagados a respeito de quem seria o responsável pela criança, o homem de 32 anos informou aos policiais que seria o pai da criança. Ao dar entrada na delegacia e ser ouvido, o homem afirmou que a mãe do bebê se encontrava viajando e que ele teria ido até o motel para manter relações íntimas com o outro rapaz.

Segundo a Polícia Civil, o pai da criança poderá responder pelos crimes de ato libidinoso na presença de criança ou adolescente ou até mesmo de estupro de vulnerável, caso exames médicos comprovem que a criança foi molestada.

Ainda segundo os investigadores que estão no caso, a situação caracterizada como risco e exposição da criança deve ser apurada pelo Conselho Tutelar juntamente ao Ministério Público.

De acordo com informações passadas pela Polícia Civil, uma equipe do Conselho Tutelar foi acionada para atender o caso e ficou responsável pelos cuidados com a criança. O caso está sendo investigado por agentes da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso do município de Várzea Grande.

Veja Também  Ladrão leva facadas durante roubo e morre após fugir por 500 metros

Fonte: Br blastingnews

Comentar