Mulher que ajudou a desmascarar João de Deus comete suicídio

0
155
Foto: Reprodução/Divulgação

Sabrina Bittencourt, ativista social e uma das mulheres que ajudou a desmascarar abusos sexuais de João de Deus e Prem Baba, cometeu suicídio no sábado (2) aos 38 anos. Em nota de falecimento comunicada à imprensa, a ONG Vitimas Unidas confirmou a morte dela na cidade de Barcelona, na Espanha, onde vivia.

“A ativista cometeu suicídio e deixou uma carta de despedida relatando os porquês de tirar sua própria vida. Pedimos a todos que não tentem entrar em contato com nenhum integrante da família, preservando-os de perguntas que sejam dolorosas neste momento tão difícil. Dois dos três filhos de Sabrina ainda não sabem do ocorrido e o pai, Rafael Velasco, está tentando protegê-los. A luta de Sabrina jamais será esquecida e continuaremos, com a mesma garra, defendendo as minorias, principalmente as mulheres que são vítimas diárias do machismo”, diz a nota.

LUTA

Com um histórico de abuso na infância, Sabrina dedicou a vida a militar por vítimas de abuso e a desmascarar líderes religiosos, dentre eles Prem Baba e João de Deus. Ela ajudou, principalmente, as vítimas de abuso sexual de João de Deus, investigando as acusações junto à imprensa.

Sabrina também auxiliou a filha do próprio médium, Dalva Teixeira, na denúncia contra o pai por abuso. De acordo com a Marie Claire, por ser alvo de ameaças de morte, Sabrina vivia fora do Brasil e se mudava frenquentemente.

Fonte: Ana Maria

Comentar

Veja Também  Filho mais velho de Fidel Castro comete suicídio