Um homem foi preso na manhã desta quinta-feira (7), em Natal, no Rio Grande do Norte, suspeito de aliciar crianças e abusar sexualmente, pelas redes sociais. A operação, conhecida como Jocasta, foi realizada com o apoio do Ministério Público do Paraná (MPPR), pois uma vítima morava em Mallet.

O suspeito teve a prisão preventiva decretada. As investigações apontam que o homem convencia as mães das crianças a expor os filhos na internet, por fotos e vídeos. O MPPR e o Gaeco chegaram até o homem com a colaboração dos serviços de inteligência nacional do Facebook, onde o suspeito mantinha os contatos.

O caso teve início depois que uma denúncia indicou que uma mulher estava abusando sexualmente do filho, de oito anos, e ainda teria tentado mata-lo. A mulher foi presa e denunciada pelo MPPR pelos crimes de estupro de vulnerável e tentativa de homicídio.

  • Vítimas em Malle

Durante as investigações, que já duram dois meses, novas vítimas estão sendo identificadas. Uma mulher, moradora da cidade, é suspeita de envolver a filha, de oito anos, em cenas de sexo explícito ou pornografia com o homem.

A suspeita também foi presa, na quarta-feira (6), e pode ser denunciada por estupro de vulnerável, aliciamento de criança e favorecimento pessoal.

Fonte: Massa News

Veja Também  Homem morre atropelado por trem no Cajuru