Paulo Sérgio Pereira, de 27 anos, tentava sair de Acrelândia para Plácido de Castro, cidades do interior do Acre, quando foi preso nesta segunda-feira (11). Sem saber, ele e a mãe pegaram uma carona em um carro da Polícia Civil descaracterizado com a equipe que fazia buscas por ele.

Pereira estava foragido da Justiça após cortar a tornozeleira eletrônica. Ele cumpria pena por furtos e estava escondido no interior do estado. Ao G1, o delegado Samuel Mendes, responsável pelo caso, disse que a mãe do rapaz parou a equipe da polícia, que estava no carro descaracterizado, e pediu carona até a cidade de Plácido de Castro.

“Recebemos a notícia que estava por aqui e queria fugir para Plácido. Por coincidência, os policiais estavam procurando por ele e a mãe dele pediu uma carona para levar um rapaz para Plácido. Quando viram, era justamente ele”, explicou.

Mendes falou ainda que a casa da família do suspeito fica em frente da rodovia. O delegado acredita que a mãe do rapaz não sabia que ele estava foragido.

“Eles estavam próximos da casa. Ela parou e pediu a carona. Já tínhamos até decisão para expedir um mandado para ele. Se duvidar, ela [mãe do suspeito] nem sabia direito da situação dele, só apareceu em casa sem se explicar direito”, concluiu Mendes.

Fonte: G1

Comentar

Veja Também  Gaeco realiza operação em clínica psiquiátrica de Londrina