Cristiano Ronaldo volta nesta quarta-feira pela primeira veza a Madri, cidade onde reinou conquistando quatro das últimas cinco edições da Liga dos Campeões com o Real. Só que desta vez vestindo as cores da Juventus contra o Atlético de Madrid pela ida das oitavas de final da competição continental. Em outro jogo do dia, o Schalke recebe o Manchester City (ambas as partidas serão acompanhadas em tempo real ao vivo pelo GloboEsporte.com a partir das 17h de Brasília).

Pelo Real Madrid, Cristiano Ronaldo fez 22 gols contra o Atlético em 31 duelos. Além disso, os torcedores do Atlético não esquecem que o astro português, que jogou por quase dez anos pelos Merengues (confira mais abaixo um infográfico sobre a passagem de CR7 na Espanha), contribuiu com seus gols para deixá-los sem a taça em duas ocasiões: nas finais de 2014 (4 a 1 na prorrogação) e de 2016 (5 a 3 nos pênaltis, após um empate em 1 a 1).

E o rendimento de Cristiano Ronaldo não foi prejudicado pela transferência a Turim. Ele é o artilheiro do Campeonato Italiano com 19 gols marcados. Apesar desse trunfo, o técnico Massimiliano Allegri mantém os pés no chão.

  • Termos ele é uma vantagem. Mas nós não somos obrigados a vencer a partida só por causa do (Cristiano) Ronaldo. Temos que lembrar que estamos enfrentando um time que é muito bom na defesa, que tem ótimas jogadas e que foi muito bem em jogos na Europa nos últimos anos – afirmou Allegri.

Pelo lado do Atlético de Madrid, a motivação está alta. Tanto que Griezmann, estrela da equipe, já sonha chegar à final novamente. Final essa que será disputada em junho justamente no estádio Metropolitano.

  • Seria uma festa para todos os torcedores do Atlético. O caminho até lá será difícil, mas vamos dar o máximo de nós, vamos dar tudo e então veremos – disse Griezmann ao site da Uefa.

Fonte: G1

Comentar

Veja Também  Após Mundial, garotos querem espaço nos clubes e novo passo na seleção