Um mulher de 28 anos foi presa no condado de Orange (Flórida, EUA), após esfaquear a filha, de 11, a fim de “evitar que ela fizesse sexo com outros homens”, de acordo com informações liberadas pela polícia.

Rosa Rivera golpeou a filha várias vezes no último domingo (10/3) dentro de um carro ao perceber que a filha “sorria de modo diferente”, atitude que levou a mãe a pensar que a menina estava vivendo algum relacionamento sexual.

A vítima tinha 15 ferimentos, na maior parte nas costas, segundo reportagem do “Orlando Sentinel”. A menina não resistiu ao ferimentos e morreu.

Foto: Divulgação/Orange County Jail

Testemunhas que ouviram a discussão, disseram que a filha de Rosa negou já ter feito sexo. Na delegacia, Rosa comentou a policiais que a filha “está agora no paraíso”. Policiais estão investigando se a menina era vítima de abuso sexual.

Colaboração: extra.globo.com

Veja Também  Bebê com sobrenome Frankenstein nasce no dia do Halloween