Greca diz que enfermeiros adoecem “de tanto descansar” e revolta categoria

72

O prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMN) comprou briga com toda a categoria de enfermagem com um comentário feito nas redes sociais. No Facebook, questionado sobre a estafa dos profissionais da área, Greca respondeu que as enfermeiras só teriam como ficar doentes “de tédio ou de tanto descansar”.

Neste sábado, depois de uma enxurrada de críticas, o prefeito pediu desculpas publicamente. A conversa começou com uma internauta pedindo ao prefeito que olhassem a situação das equipe de enfermagem das unidades de saúde. “O pessoal está ficando doente!”, dizia o comentário, feito num post de Greca.

“Não há registro de maus tratos”, afirmou ele. “Mesmo porque uma enfermeira de unidade básica trabalha apenas 30 horas semanais. Uma enfermeira de UPA trabalha 12 horas e descansa 60 horas! Não há como ficar doente, a não ser de tédio de tanto descansar. A não ser que cometa excessos durante seu descanso.”

Evidentemente, a resposta causou novos protestos. Greca acabou pedindo o auxílio da secretária da Saúde do município, Márcia Huçulak, para que respondesse às críticas. Segundo ele, a secretária é a “enfermeira mor” da cidade. A questão se arrastou e levou o conselho de enfermagem, o Coren, a emitir uma nota de repúdio ao comentário do prefeito.

“A jornada de 30 horas semanais é uma conquista da categoria baseada na evidência de que o profissional de enfermagem tem uma grande responsabilidade técnica e vive sob pressão das funções exercidas no cuidado da população nos diferentes ciclos da vida, o que muitas vezes pode comprometer sua saúde física e mental”, diz a nota.

“O Coren/PR repudia qualquer manifestação que minimize o esforço desses profissionais comprometidos em aliviar a dor e auxiliar os cidadãos em alcançar saúde de qualidade.”

Fonte: Plural.com

Veja Também  Dono da Havan cumpre o prometido e solta fogos pela condenação de Lula; Vídeo

Comentar

Loading...